Proletários de todos os países: UNI-VOS! PCP - Reflexão e Prática

Economia, Edição Nº 324 - Mai/Jun 2013

A mistificação do «regresso aos mercados»

por José Lourenço

Do nosso ponto de vista nada daquilo que se verificou justifica tanta euforia e regozijo por parte do Governo e da comunicação social. E porquê? Como já foi demonstrado, a descida das taxas de juro da dívida pública portuguesa no mercado secundário não é mérito da actuação do Governo português. Porque, então, como se justifica que a dívida pública a dez anos no mercado...

O artigo completo está disponível na edição impressa ou por assinatura on-line



Já é assinante ou comprou «O Militante!»?
Inicie sessão