Proletários de todos os países: UNI-VOS! PCP - Reflexão e Prática

Edição Nº 330 - Mai/Jun 2014

Rúbrica: 25 de Abril

A luta popular de massas, motor da Revolução

por Margarida Botelho

Tal como o Comité Central do Partido alertou na resolução que aprovou sobre o 40.º Aniversário da Revolução de Abril, a batalha política e ideológica sobre o processo, o significado e a profundidade da Revolução portuguesa acentuou-se muito nestas semanas – e continuará a travar-se durante todo o ano de 2014.

Comemorar Abril - Defender a Constituição

por Bernardino Soares

Nos quarenta anos da Revolução de Abril, comemoram-se também 38 anos da aprovação da nossa Constituição. A Constituição foi promulgada em 2 de Abril de 1976 e consagrou em Lei Fundamental as conquistas que o 25 de Abril e o período revolucionário que se lhe seguiu trouxeram ao povo português. Ela foi construída pela luta dos trabalhadores e do povo, que nesse período impuseram avanços determinantes para a democracia política, económica, social e cultural. Como afirma Álvaro Cunhal em A Verdade e a Mentira na Revolução de Abril, «Ela significa a institucionalização, em termos constitucionais, da Revolução de Abril.»

Primeiro número do Avante! legal - Um jornal na Revolução

por Revista o Militante

A publicação do primeiro n.º do Avante! legal, em 17 de Maio de 1974, assume, em vários planos, um significado de importância histórica. Constituiu um sinal poderoso e inequívoco da afirmação e início de consolidação da recém-nascida democracia portuguesa; atestou a inequívoca disposição dos comunistas em nela ocuparem, em toda a plenitude, o lugar a que legitimamente tinham direito; constituiu o primeiro passo no novo ciclo de vida do órgão central do PCP, enquanto ferramenta de importância decisiva na construção, na organização e na intervenção de um Partido preparado para os novos desafios que tinha pela frente.